Análise de Once Caldas 1×2 Cruzeiro – 27/04/2011 – Libertadores

Pela primeira partida da fase mata-mata da competição, o Cruzeiro toma sufoco, mas sai da Colômbia com uma boa vitória sobre o Once Caldas: 2×1!

O Cruzeiro, logo de começo, foi recebido à muita pressão do time da casa. As oportunidades alcançadas pela equipe celeste foram desperdiçadas principalmente por Brandão, “estreante de luxo”, e por seu companheiro de ataque Wallyson.

Como já esperado, o Once Caldas não deu bobeira e tratou logo de tentar, incansávelmente, abrir o placar. Mas com Fábio, a Muralha celeste no gol? Nada feito. A zaga do Cruzeiro pode ter vacilado em alguns momentos, mas com o melhor goleiro do Brasil, que me desculpem os colombianos, nem com muita sorte pra conseguir um gol.

Pessoalmente, vi um primeiro tempo celeste um pouco desorganizado. O meio não conseguiu criar muitas jogadas, e quando eram realizadas, o ataque não dava conta deu conta do recado. Mas vamos combinar, alguns erros dos bandeiras e do próprio árbitro Victor Hugo Carrillo Casanova, foram cruciais para a perda de boas finalizações dos dois times.

O segundo tempo foi de melhor atuação celeste em campo. Chegando mais, o Cruzeiro conseguiu ganhar mais ritmo de jogo mas ainda sofrendo um pouco de pressão por parte do Once Caldas, que com as alterações ficou mais ofensivo; com 3 atacantes.

Brandão, ao meu ver, teve uma boa atuação. Provavelmente sentiu a estréia e o entrosamento e foi substituído por Ortigoza, que minutos após sua entrada, fez um cruzamento na conta certa para Wallyson só ter o trabalho de mandar, de cabeça, para o fundo do gol e fazer o que seria só o primeiro do Cruzeiro.

Aos 39 minutos, Ortigoza recebeu um espetacular passe do meia Montillo e manda na saída do goleiro, para, de cobertura, fazer o segundo do Cruzeiro no jogo. Mas aos 44, Luis Nuñez faz o primeiro para o Once Caldas, em um vacilo da zaga celeste. Confira os melhores momentos da partida:

Um resultado muito bom para o Cruzeiro. Mesmo jogando, ao meu ver, muito mal, o time celeste conseguiu dois gols com a participação do melhor jogador da partida, Ortigoza, que saiu do banco para resolver o jogo. Destaco a atuação, não só do atacante, mas como do goleiro Fábio, que principalmente no primeiro tempo, salvou a partida.

O próximo jogo celeste na Libertadores é contra o próprio Once Caldas, na Arena do Jacaré, na próxima quarta-feira. Tenho certeza que será um jogo para carimbar o passaporte azul e branco para a próxima fase da competição.

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESSA PARTIDA? COMENTE AQUI!

Por: Gustavo Vaz

Anúncios
Esse post foi publicado em Libertadores da América e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Análise de Once Caldas 1×2 Cruzeiro – 27/04/2011 – Libertadores

  1. lucas disse:

    vitoria importante, mas o que vai decidir a classificaçao vai ser o inicio do jogo na arena do jacaré!

  2. um jogo dificil mas que alcançou o objetivo.
    ortigoza foi o cara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s